28 maio 2012

Grávido, a comédia do pai moderno

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Cheguei lá meio tristinha, desanimada por conta de alguns acontecimentos durante o dia e arrependida por ter comprado os ingressos antecipadamente. Não estava no clima. Mas fui. Fomos. Eu e o Marido assistir à peça Grávido. Sentamos lá na primeira fila e pensei “acho que vai ser sem graça e o maior clichê!!!”. Ledo engano. Foi ótimo ter ido. A peça é sensacional, demos muita risada e por instantes esquecemos o ocorrido desagradável.

É, pensamos que estaria vazio… quando compramos tinham poltronas e mais poltronas livres. Não ia vender tudo de um dia pro outro, né? Mas quando descemos as escadas, gente e mais gente. Ia encher e, se bobear, ia ficar gente de pé. Ponto positivo! Sentamos na 1ª fila, bem pertinho do palco. Risco iminente de levar baba dos atores, mas pelo menos não ia precisar dos meus óculos. E mais: também ia ter que rir de todas as piadas…chato ficar na frente e não rir, né? Justo eu que não acho graça em tudo que escuto, sinal de esforço pela frente. Mas nada disso, a peça foi super engraçada… superou de longe as expectativas, atores muito bons e esquetes super bem sacadas! Riso sem esforço, não precisou fazer média com ninguém. Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

03 abr 2012

O aviador

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Recebi na sexta-feira passada, das Mamatracas e da Faber-Castell, o Kit Criativo Aviador.  Esse kit é voltado para crianças a partir de 8 anos. Meu Ben está com 9 meses, pensa numa pessoa ansiosa…eu não aguentaria esperar até lá. Então abri a caixa no sábado mesmo.

Confesso envergonhada, nem sabia ou não lembrava que a Faber-Castell tinha brinquedos em sua linha de produtos. Esse faz parte da linha de Kits Criativos Faber-Castell – brinquedos educativos que buscam desenvolver os 4 pilares básicos da educação promovidos pela UNESCO: aprender a conhecer = descobrir, compreender; fazer = colocar em prática seus conhecimentos; conviver = valorizar aquilo que é comum a todos; e ser = desenvolver o conhecimento de si mesmo e do outro.

A criança monta o avião..

…pinta e ainda pode colar adesivos.

No final vira um móbile!

Eu sei que me diverti muito com meu Ben enquanto a criança grande aqui montava o avião. Primeiro que proporcionei a ele seu primeiro contato com tinta, sujamos as mãos, o rosto, o chão, foi uma lambuzeira geral e detalhe: essa bagunça toda na sala.  Segundo que esse é seu primeiro avião, de cara todo personalizado. Terceiro que momentos como esse são ímpares em nossas vidas, não precisamos esperar chegar o momento certo, até porque o momento certo é hoje – o grande presente da vida. Então temos que aproveitar cada momento com nossos pequenos, principalmente porque eles crescem muito rápidos, o negócio é curti-los de todas as formas, proporcionar momentos prazerosos, saudáveis, inesquecíveis. Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

16 mar 2012

Livro: 101 ideias para curtir com seu filho

por
Gabi Miranda

Livros, Puericultura

101 ideiasQue o tempo passa mais rápido ainda depois que os filhos nascem, já sabemos. Mas será que sabemos aproveitar ao máximo o tempo que passamos com nossos filhos? Na correria do dia a dia, o cansaço nos invade e muitas vezes deixamos para depois momentos que são preciosos e inesquecíveis em nossas vidas. Nesse livro, Paula Perim sugere várias 101 ideias para curtir com o filho antes dele completar 10 anos (mas tem sugestões para a vida toda). E nos faz lembrar a importância de compartilhar bons momentos com quem mais amamos.

Devorei o livro 101 ideias sem perceber. Ele é recheado de ternura sem fim. Leve, divertido e inspirador. Fiz anotações, marquei o que pretendo fazer com meu Ben.Circulei muitas coisas que fiz na minha infância… E foi uma delícia relembrar situações que estavam guardadas em alguma gaveta da minha memória afetiva. Afirmo: fui uma criança feliz! Posso dizer que metade das sugestões do livro eu já fiz. Colecionei coisas. brinquei com bolinhas de sabão. andei de bicicleta. vi e ajudei minha mãe enfeitar a casa para o Natal. vesti as roupas dela. brinquei de caça ao tesouro – a busca era pelos presentes de aniversário, Natal e ovos de Páscoa. dancei pela casa toda. fiz cabana no meio da sala… Essas são doces lembranças que ficam para sempre.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

13 mar 2012

E por falar em música…

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Esse é tema da semana lá no Mamatraca. Fiquei super surpresa ao entrar lá hoje e ver o assunto. Música muito me agrada! E o vídeo da Carol Passuello?! Gente, está demais! Adorei a interpretação!

Durante minha gestação a música “Pra você guardei o amor” me tocou de forma especial e acho que é a que mais traduz o sentimento que nasceu em mim enquanto gerava meu Ben. E toda vez que eu cantava, Benjamin se movimentava muito (resta saber se era um pedido “pelo amordedeus manda essa mulher calar a boca” ou se ele gostava).

Pra você Guardei o amor
(Nando Reis e Ana Cañas)

Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Senti, sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir.

Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim, vem visitar
Sorrir, vem colorir, solar
Vem esquentar
E permitir.

Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

12 mar 2012

Música para criança

por
Gabi Miranda

Uncategorized

A música tem papel fundamental no desenvolvimento cognitivo da criança. Dizem que desde o útero os bebês tomam conhecimento e respondem aos estímulos sonoros. Cabe a nós – pais, incentivar o gosto pela música dos filhos. O que mais tenho aprendido nos últimos tempos, é que os pais é a maior referência de todos os exemplos, bons ou ruins, para os filhos. Logo também é nosso papel ajudá-los na construção de seu repertório musical.

Agora, envolvida um pouco com cultura infantil, fiquei encantada com a forma de como a música pode ser apresentada aos pequenos. Por exemplo, muitos dos clips de músicas infantis estão voltados para os detalhes, chamam atenção à letra, estimulando a sensibilidade e criatividade. Além de a música ser uma forma de estimular e desenvolver a capacidade de aprendizagem, é também um denominador para desenvolvimento afetivo.

Tenho percebido que a música está presente em diversos segmentos no mundo infantil, vai dos filmes aos desenhos, roupas a acessórios. E nas canções podemos encontrar vários elementos e situações já vivenciadas pelos pequenos: chuva, vento, caderno, animais, diversos sons. Tem CD com histórias contadas e músicas representando a história! Clique e continue lendo!

compartilhe!

8

comente!

10 fev 2012

Atividades educativas já!

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Eu e muitas mães por aí faço parte da era do papel, já meu Ben é da era tecnológica por completo. Desconfio até que quando ele começar a frequentar a escola não precisará de caderno, fichários, lápis, estojos e sim de um iPad (que vai ser mega atualizado). E hoje em dia quem consegue viver sem a sensacional internet?! Com ela temos acesso a (quase) tudo e de qualquer lugar – a mobilidade que a tecnologia nos oferece hoje em dia é incrível! E nossos filhos também, desde muito cedo! Se não controlar, as crianças passam horas a fio em frente ao vídeo game e computador. Mas como controlar, se muitas vezes os pais trabalham o dia inteiro? E como controlar o conteúdo que nossos filhos vão consumir? Como protegê-los? Eis aí um dilema…

Meu Ben ainda é muito pequeno, mas já me preocupo com essas questões. Acredito que deve haver um limite para o uso de eletrônicos como TV, vídeo game e computador. Acho que deveríamos limitar por idade e, obviamente, por conteúdo. É difícil, eu imagino. Mas não tem porque uma criança de 3, 4 ou 5 anos ficar presa em frente a um vídeo game, por exemplo. Criança tem que brincar! Brincadeiras que estimulem seu desenvolvimento intelectual, cutural, criativo, que o faça gastar energia, enfim. Cadê as brincadeiras tradicionais como esconde esconde, pega pega, mímica, ciranda (corre Cotia na casa da tia, lencinho na mão, caiu no chão…quem lembra?), jogo da velha, da memória, tabuleiros, cadê o Lego?! Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

29 jan 2012

Palavra Cantada

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Aqui em casa sou a única que ainda conservava algum repertório musical infantil na lembrança. Sempre gostei de músicas e várias infantis ficaram gravadas na minha memória RAM. Assim que nasceu, Benjamin ganhou o DVD da Galinha Pintadinha. Assisti para conhecer um pouco do fenômeno infantil. Legal! (desses sem muita empolgação). Tem todas as músicas tradicionais da infância, mas não tem nada demais. Com cores vibrantes, é um desenho com animação no qual traz uma voz(inha) que penetra na cabeça e chega incomodar na quarta faixa (tipo aqueles brinquedos barulhentos que os pais têm vontade de jogar longe adoram!).  

Um dia, através de um vídeo na internet, descobrimos Palavra Cantada, cantando a música Sopa. Fomos todos (eu, marido e meu Ben) conquistados. Acho que Ben estava ainda com 4 meses e meio, mas sorria toda vez que cantávamos “o quê que tem na sopa do neném…”. Quando começou a comer então, fizemos festa cantando essa música.  Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

tags: ,