10 fev 2014

Herança materna

por
Gabi Miranda

Família, Maternidade

Herança materna

Meu Ben, você vai ter um avô admirável… assim como eu tive.

Data: 13 de fevereiro de 2011
De: Alvaro
Para: Gabi

Gabi filhota,

O torvelinho da vida. Só assim as coisas acontecem. Se planejar muito, pode crer que dá zebra. Claro que temos que ter um mínimo de projeto, mas chamaria isso não de projeto, e sim de linha mestra. E esta é composta de muitos valores e desejos imprevisíveis, dependendo da formação de cada um. No nosso caso, da nossa família, origens, formação et cetera, diria que, entre esses valores, poderíamos destacar a simplicidade, a honestidade, o amor, a alegria da festa, o trabalho inevitável, o respeito aos outros e a solidariedade, aquilo de nunca querermos ficar bem dando rasteira nos outros. E muito mais… E depois precisamos viver esse instante, fazendo tudo… Se não der, corrigimos a rota. Mas o tempo é tão louco na sua velocidade, que, quando nos damos conta, já fizemos e concluimos tudo, tudo que achávamos que não conseguiríamos fazer…
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

04 fev 2014

2 anos de Bossa Mãe

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Em janeiro, o blog completou dois aninhos! Bossa Mãe nasceu seis meses depois do Benjamin, mas ainda na gestação eu escrevia sobre aquela nova fase.

Dia desses, encontrei alguns textos inéditos para os leitores e pensei “porque não registrar no blog?!”. Além de compartilhar com pessoas queridas, fica o registro para o Benjamin – caso um dia  ele venha a se interessar.

Fiz uma seleção e a partir de hoje postarei no blog. Não será publicado numa sequência, mas será fácil de identificar: os posts levarão a data de quando foi escrito e será acompanhado deste selo comemorativo:

selo_2anos

Foi uma viagem no tempo reler esses textos e lembrar de momentos que foram ficando para trás, atropelados por novos tempos, novas experiências, novas emoções e conquistas.

compartilhe!

0

comente!

06 jan 2014

Em 2014, inspire-se!

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Todo santo dia recebo no meu e-mail profissional um email de uma pessoa chamada Maurício Seriacopi. Não sei como e porquê passei a receber e-mails dele. Trata-se de mensagens motivacionais – o que às vezes, confesso, acho um saco, mas algumas mensagens dele são bem pertinentes e me levam à reflexões. Por curiosidade, já dei um google no nome do autor e descobri que ele é um palestrante, coach, escritor, gestor e consultor empresarial. Passei até sentir falta quando não recebo e-mail dele, vai vendo…

Recebi dele a primeira mensagem do ano no dia 03 de janeiro e gostaria de compartilhar com vocês. É meio clichê, mas acho que vale sempre renovarmos o pensamento:

“Se deu certo em 2013, continue!
Se não deu, inove, faça diferente!
Se ficou no quase, persista!
Não importa se o “ano novo” é apenas uma divisão cronológica ou um recomeço, o que realmente importa, são as atitudes que teremos para que quando terminar, tenha sido grandioso!”

É isso. Hoje é meu primeiro dia útil de 2014 e acordei super disposta para enfrentar, escolher e viver intensamente – em todos os aspectos, esse ano que começou (e que num piscar de olhos acaba). Meu desejo (pra minha família e para todos os meus leitores) é que 2014 seja um ano de muitas possibilidades, energia, otimismo, inovação, criatividade e inspiração. Clique e continue lendo!

compartilhe!

4

comente!

23 dez 2013

A família Bossa Mãe deseja…

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Queridos leitores, fica aqui, nesse singelo post, nosso agradecimento por mais um ano juntos e nossos votos sinceros para que o próximo ano seja:

Cheio de amor, alegrias, sorrisos, gargalhadas, fraldas, mamadeiras, beijos, abraços, carinho, andar descalço, pisar na areia, deitar na grama, banho de mar, de chuva, de rio, de cachoeira,  saúde, prosperidade, passeios no parque, na fazenda, na praia, viagens, música, dança, cinema, filmes, pipoca, desenhos, descanso, trabalho, tranquilidade, coração e mente abertos, solidariedade, humildade, dias de sol, de chuva, pôr do sol, céu cheio de estrelas, avós, família, amigos, comemorações, brindes, festas, otimismo, paciência, generosidade, sabedoria, fé, choro só se for de alegria e emoção, brincadeiras, chocolate, sorvete, piquenique, verão, primavera, sombra e água fresca, pernas pro ar, bom humor, inovação, inspiração, sucesso, criatividade, boas lembranças, esperança, felicidade… desejamos que os dias que estão por vir sejam radiantes e cheios de Bossa!

 Feliz Natal!

Família

compartilhe!

2

comente!

16 dez 2013

O nosso assento sanitário

por
Gabi Miranda

Decoração, Terapia do lar

Quando nos mudamos para casa antiga, lembro do meu espanto ao descobrir o preço de um assento sanitário. Primeiro que a casa tinha dois banheiros, sendo que um dele tinha o vaso quadrado. Sim quadrado ou retangular, sei lá que pocilga era aquele formato. Eu comentava com os outros e me diziam que vaso sanitário quadrado era chique. Não sei desde quando isso. Pra mim isso tem outro nome: antigo.

Um dia indo para o trabalho, passei em duas lojas de construção para comprar uma tela de proteção  (que até hoje não sei pra que usei) e ver se tinha um assento apropriado para o tal vaso quadrado. Lembro até hoje do episódio. Entrei na primeira loja completamente sonolenta e foi como acordar com porrada quando o vendedor falou o preço da tampa:

– R$66,00.
– SESSENTA E SEIS REAIS??? Como assim? A tampa de privada custa R$66,00??? Tem certeza, moço?
– Tenho sim.
– Ok. Vou levar só a tela de proteção.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

12

comente!

22 nov 2013

Consulta de rotina

por
Gabi Miranda

Filhos, Saúde

Cinco  meses sem levar Benjamin à pediatra. Hoje ele foi para uma consulta de rotina. A mãe estava toda empolgada. Sempre gostou de levar Benjamin na pediatra, contar as novidades, o desenvolvimento dele, saber quanto ele cresceu, quanto ele engordou, etc. A empolgação hoje era ainda maior, afinal ela tinha muitas novidades pra contar sobre ele:

  • Benjamin não usa mais fralda. Nem pra dormir!!! (Leitores falam: “óooooo, e você nem contou pra gente?!” Calma, contarei em outro post);
  • Benjamin fala muito. Ou melhor, ele não fala, ele tagarela. Feito a mãe;

(a Dra., claro, olha espantada pra mãe como quem diz “é lógico que ele fala, mãe, já estava na hora”)

  • A mãe insiste: Mas Dra. não é simplesmente falar, ele conta histórias, ele canta, ele imagina e põe pra fora essa imaginação, ele sente e põe pra fora também esse sentimento (ele me diz com todas as letrinhas: mamãe, te amo!) Ele me surpreende a todo instante;
  • Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

07 out 2013

O signo do Benjamin

por
Gabi Miranda

Comportamento, Filhos

O signo

Uma semana antes de completar a 42ª semana de gestação, tive uma consulta com meu obstetra que me alertou: podíamos esperar até a próxima semana, mas teríamos que deixar marcado o parto. Em nenhum momento cogitei essa hipótese, nunca me agradou a ideia de decidir o dia que meu filho nasceria. Na minha cabeça tomar essa decisão era o mesmo que definir o destino dele – tudo, de certa forma, que acontecesse na vida dele estaria ligado a nossa escolha…

Fomos meio que pegos de surpresa e optamos pelo dia 20/06, mas não tinha vaga nas maternidades de nossa preferência. O obstetra conseguiu para o dia 21/06. Veja, por um dia de diferença, o signo dele já seria outro, regido também por um outro planeta, elemento, seja lá o quê…

Benjamin não veio ao mundo no dia marcado. Nasceu antes, no dia 16/06/2011, às 22:28, sob o signo de Gêmeos – mesmo signo da minha irmã Luana, com quem convivi a vida inteira e me fez conhecer algumas características fortes desse signo.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

4

comente!

23 set 2013

Primavera, seja bem-vinda!

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Setembro começou e eu não disse aqui o quanto gosto desse período em diante do ano. Mês que traz a primavera – que começou e nem parece – o sol passa a dar o ar da sua graça com frequência, um clima delicioso, um período que pra mim sempre foi de muitas realizações.

Eu gosto de fazer uma SUPER limpeza na casa. O que envolve destralhar e organizar tudo. Aqui como estamos em processo de mudança, a casa anda uma desordem e eu sem muito entusiasmo para organizar tanta coisa já que em breve terei que reorganizar tudo novamente.

Mas no dia 01 de setembro, um domingo, resolvi fazer uma faxina na casa. Olha, não foi fácil… a casa é grande e eu só agradecia por em breve estar num apartamento duas vezes menor que aquilo tudo. Depois passei a me preocupar com as minhas coisas. Nosso novo lar é tão pequeno que não terei onde guardar tanta coisa. Essa mudança será para nós um recomeço e um exercício de desapego – principalmente para mim.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

03 set 2013

Conta uma estória, manhê!

por
Gabi Miranda

Uncategorized

O bebê nasce, aí você não vê a hora dele completar 4 ou 6 meses, quando ele já interage mais, brinca, senta, da risada, solta gritinhos, entra na papinha. Depois você não vê a hora que ele comece a engatinhar, andar, completar um ano. Deseja que chegue a hora que ele fale, fale muito. Estamos sempre desejando a fase seguinte. Comigo pelo menos foi assim.

Até que você se dá conta e não deseja acelerar mais nenhum processo porque passa tão rápido, mas tão rápido…. Aí você se pega sentindo falta do dia em que ele nasceu, daquele cheirinho de bebê na casa, aquele chorinho de recém nascido que se transforma em choro de criança manhosa…

Chega um momento, que as fases meio que dão uma pausa. Ele anda, corre, pula, canta, dança, tagarela, faz manha, se joga no chão, vez ou outra te surpreende imitando o Buzz Lightyear. Parece que desacelera o desenvolvimento que até aqui foi tão rápido.

Chega o desfralde e vários aprendizados dele da escola. E um belo dia ele te surpreende com algo que láaaa atrás você já desejou um dia naquele estado nostálgico futurístico de “ai não vejo a hora que meu filho….”.  A lista é infindável e um desses meus desejos do passado (porque agora só desejo que o tempo passe mais devagar) foi atendido recentemente. Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

14 ago 2013

Chegou a hora da vistoria no apartamento

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Em janeiro desse ano, anunciei aqui a VENDA da casa em que moramos e falei da nossa aquisição: a casa o apartamento próprio.

Pois é, 7 meses se passaram, a casa ainda está a venda e nós ainda moramos nela.

A novidade é que estamos bem próximos de nos mudarmos. Dias atrás numa ligação, isso ficou evidente. Era chegada a hora da vistoria do apartamento.

Pode parecer bobo, mas gente, ninguém tem noção da ansiedade, alegria e emoção que tomou conta de mim. Tudo junto e misturado. Data e horário marcado estávamos os três lá: eu, Marido e Benjamin. Ah, a Ana, arquiteta também.

Quando vi Benjamin andando pela área da piscina, quadra de futebol, quase tive uma parada cardíaca causada por forte emoção. Ok, exageros a parte, fiquei bem emocionada. Uma sensação de tarefa sendo cumprida. Porque agora, depois do meu Ben na minha vida, é diferente o sonho da casa própria. É por ele, é para ele.

Ao entrar no apartamento….sei lá, passou um milhão de coisas na minha cabeça – das quais vou registrando por aqui ao longo das próximas semanas. Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!