28 maio 2014

Quantas roupas uma criança precisa?

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Quando Benjamin nasceu pensei em guardar a maioria das roupas dele para o próximo filho. Depois algumas coisas aconteceram e me fizeram mudar de opinião. O mais decisivo foi uma colega perder o bebê com 9 meses de gestação. Ela guardava tudo do primeiro filho. Aquilo me doeu tanto e me fez refletir sobre o quanto vale a pena guardar tudo de um filho para o outro.

O desejo de querermos ter outro filho não nos dá a certeza de que o teremos. O segundo filho vai nascer em outro momento, outra época, que talvez nem interesse todas as coisas guardadas. Sempre tem uma avó, um tia coruja que vai encher a nova criança com novas roupas, novos brinquedos. Sempre tem alguém que precisa mais que a gente.

No mundo existem milhões de bebês e crianças precisando de ajuda. Sempre tem um vizinho ou um amigo que conhece ou esteja precisando de roupas. Dentro da nossa família mesmo sempre tem alguém. No meu caso, Benjamin era o único bebê. Logo em seguida, duas primas ficaram grávidas. Uma delas teve um menino e foi perfeito para começar a passar adiante todas as coisas do Benlindo.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

02 abr 2013

Projeto Amplitude: apadrinhe uma criança autista

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Por Silvia Ruiz

Todo mundo que tem um filho autista já passou por isso. Qual o melhor tratamento para o meu filho? Onde encontrar os melhores terapeutas? Como coordenar os diferentes especialistas que meu filho demanda? Esses são os dilemas de quem pode pagar. Para a maior parte dos pais de crianças autistas no Brasil, o tratamento de seus filhos é praticamente um luxo que eles jamais vão ter. E é por isso que me emocionei tanto numa noite da última semana quando fui conhecer o Projeto Amplitude, em São Paulo.

Sabe aqueles centros de tratamento que a gente vê nos documentários americanos sobre autismo? Com salas lindas e arejadas cheias de brinquedos, tudo lindo, organizado? O lugar que a gente sonhou para os nossos filhos? Foi isso que encontrei na linda casa na Vila Mariana onde está instalado o Amplitude. Lá, quase 100 crianças de até 10 anos recebem tratamento multiprofissional para o autismo. Fono, terapia comportamental, pedagoga e terapia ocupacional. Tudo absolutamente de graça. Os pais passam por palestras, aprendem a dar suporte ao processo em casa. Encontram apoio, informação. Tudo que o governo está a anos luz de oferecer. Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!