07 maio 2012

Só quem é mãe sente…

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Começamos a sentir culpa desde a gravidez: por ter tomado algum remédio quando nem sabia que já estava grávida; por não ter se alimentado direito; por querer uma menina (e depois descobrir que é menino); por não fazer atividades físicas como deveria; por ficar triste por passar mal o dia todo; e aí começa a invasão de culpas sem fim: culpa por voltar a trabalhar; culpa por querer que o filho durma mais cedo para sobrar um tempinho para responder e-mails; culpa por ir fazer unha, enquanto podia aproveitar esse tempo com o filho; culpa por ir na depilação marcada há uma semana (e você não pode desmarcar porque já fez isso na semana passada), enquanto seu filho está febril; culpa por acordar o filho mais cedo (e no frio) pra sair; culpa por ter mandado o filho pro berçário num dia frio e chuvoso quando era sua folga do trabalho (mas você fez isso pra resolver um monte de coisa que com ele junto não daria); culpa por achar um saco ter que fazer inalação; culpa por ter que deixá-lo com alguém; culpa por ter que deixá-lo o dia todo no berçário; culpa por perder as melhores gracinhas do seu filho; culpa por dizer não; culpa por achar que não se dedica o suficiente; culpa por servir a mesma refeição dois dias seguidos; culpa por ir ao shopping comprar algo pra você e não levar nada pro seu filho; culpa por não poder comprar para o seu tudo o que você gostaria; culpa por não ler mais o tanto que gostaria e culpa por ler quando tem tempo; culpa por mimar; culpa por acabar o dia e não ter ligado uma vez sequer no berçário; culpa por reclamar; culpa por brigar quando o filho tem mau comportamento; culpa por não realizar tudo que estava planejado no dia; culpa por não poder sentir a dor do filho no lugar dele; culpa por não poder dar um beliscão naquela criança chatinha que não quer deixar seu filho pegar o brinquedo; culpa por não poder defender o filho de tudo; culpa por ter insistido na chupeta; culpa por sentir preguiça de trocar fraldas; culpa por querer ficar mais tempo na cama; mãe sente culpa até quando não tem pelo que sentir culpa….culpa, culpa, culpa….!

compartilhe!

2

comente!

tags:

01 maio 2012

Do aeroporto

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Estou indo viajar a trabalho. Vai ser vapt e vupt. Vou hoje e volto amanhã a noite (amém!). Mas eu nunca passei uma noite longe do meu Ben…o coração tá apertadiiiiiiin…

O marido está gripado, o que isso significa?! Marido gripado = derrubado. Eu também estou com um certo estado gripal, mas nada que me arrebate. Ele me perguntou “a gripe não te deixa mole?”. Ao que respondi: “Agora sou mãe e mães não são derrubadas facilmente”.

Ao me despedir do Benjamin pedi pra ele não fazer com o papai o que ele fez comigo na primeira noite sozinha com ele: acordar de madrugada e ficar até altas horas. Disse que o papai precisava descansar para se recuperar da gripe. E confidenciei baixinho os segredos das mães: nós temos super poderes, tipo super heróis.

compartilhe!

1

comente!

tags:

22 abr 2012

Alguém aí?!

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Essa semana vai ser bem diferente e devo me ausentar um pouco do blog (se é que alguém sentirá falta). Explico: o marido viajou a trabalho hoje para Salvador e volta só na quarta-feira (25/04) – inclusive uma data muito importante para o mundo (dele e do Ben), aniversário dessa mãe blogueira (já falei que adoooooro fazer aniversário?!).

Serão quatro dias sozinha com o meu Ben e com a Capitu (tadinha estou com dó dela). Quatro dias enfrentando sozinha a rotina de mãe, profissional, dona de casa. Quatro dias acordando mais cedo (aimeudeus) e se virando nos trinta para fazer as coisas acontecerem. Acho que posso considerar isso a prova dos nove.

Eu nunca fiquei sozinha durante dias com o Benjamin (e Capitu). Sabia dessa viagem há meses e todos os dias imaginei como seria esse período. Confesso que uma das minhas preocupações – a mais bizarra – era de como guardaria o carro na garagem. Eu nunca havia feito isso. A calçada não é minha amiga, tem que estacionar de ré porque senão o portão não fecha, algo chato pra caramba. Nessa semana começamos o intensivão “como estacionar na garagem”. Até que não é um monstro de sete cabeças. Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

tags:

22 fev 2012

Queira ou não queira terminou o carnaval

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Meu carnaval não foi como eu imaginava. Meu Ben teve febre alta sábado e domingo – quando decidimos levá-lo ao pronto socorro. Fiquei angustiada porque ele nunca havia tido febre de 39.8 e porque meu Ben não chora, não reclama, não dá sinal de dor! Meu coração de mãe (sim, agora sei que tenho um) gritava que ele tinha alguma coisa. Eu cheguei a falar que podia ser o ouvido. Além de comentar sobre o catarro que ele está há dias e que não passa de jeito nenhum – o que pode causar uma pneumonia. Fomos ao hospital e ele foi diagnosticado com otite e pneumonia.  A médica até perguntou se ele era muito bonzinho. Eu disse sim, até demais. Bebês com a inflamação que ele estava, urram de dor.

Estão dizendo por aí que hoje começa o ano novo. Então esse foi um período de muita reflexão. Parecido mesmo com um fim de ano, quando a gente pensa e faz planos para novo ano que se aproxima. Esses 4 dias de carnaval me fizeram refletir bastante sobre a vida. Inclusive, tomar uma decisão que pode acarretar algumas consequências positivas ou não. Espero mesmo, de coração, que sejam positivas. Clique e continue lendo!

compartilhe!

4

comente!

01 jan 2012

Blogosfera materna

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Sei que existem muitos blogs maternos e esse só vai ser mais um. Não resisti à vontade de fazer parte desse mundo de mães que compartilham suas experiências. Esse nasce por um desejo de registrar os acontecimentos, emoções, descobertas, alegrias, dúvidas e transformações que a vida materna me traz. “Bossa” porque entre vários significados que o Houaiss traz, um define muito bem o momento que vivo: inclinação para alguma atividade; vocação; talento. Eu que nunca havia trocado fraldas antes, estou encantada desempenhando o papel de mãe. Após o nascimento de um filho, descobrimos que tudo é instintivo. Sim, sou mãe de primeira viagem…

compartilhe!

0

comente!

tags:

Página 21 de 21Primeira...161718192021