22 jan 2018

Descarte e organização do closet

Marie Kondo diz em seu livro “isso me traz alegria” que só começamos a transformar nossa vida quando queremos fazer isso de verdade. E o que precisamos fazer? Nos conhecer. Sim, autoconhecimento é fundamental para grandes mudanças e transformações em nossa vida. Há um ano, quando li “A mágica da arrumação” e em seguida assisti o documentário Minimalismo passei a me questionar muito sobre o que é importante na minha vida. Na época, fiz o primeiro grande descarte e organização do closet, mas ao longo do ano fui percebendo que não tinha sido suficiente.

Foi quando ganhei um sorteio, da personal organizer Viviane do Tudo Arrumado, para organizar as gavetas do meu closet que me dei conta que precisava de ajuda profissional para o closet inteiro. Passado alguns meses, voltei a falar com ela para colocar meu propósito em prática: realizar o descarte e organização do closet.

Já fui consumista pra caramba e precisei de muito autoconhecimento para descobrir que não posso comprar algo só pra ter. Que é essencial levar em consideração muitos fatores importantes até encontrar e comprar algum item que eu goste ou que seja necessário. Organizar nossa casa envolve bem mais do que decidir o que manter e o que desapegar. Como tenho dificuldade em desapegar… Sou dessas que sempre acho que poderei usar determinado item algum dia ou que algo poderá ser útil. A verdade é uma só: se o objeto em questão não foi usado nos últimos seis meses, nunca mais será. E ainda: você sempre pode se virar sem ele.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

13 fev 2017

Planner decorado com scrapbook

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Uma das coisas que mais me deixou com vontade de possuir um Planner, foi quando vi o post Scrap no Planner, da Talita, do blog Só Melhora. Naquele momento, me bateu um desejo incontrolável de ter um Planner só para decorar com scrapbook. Passei o ano inteiro sentido aquilo. O Planner não só me ajudaria ter uma vida mais organizada, como me faria exercitar um dos meus hobby’s preferidos: scrapbook.

Quando comprei meu planner no final de 2016, a primeira coisa que fiz foi decorar as primeiras páginas com scrap.

O Planner trouxe pra minha vida aquela sensação deliciosa de quando fazíamos agenda na adolescência, lembram? Comprávamos uma agenda e nela colávamos tudo que nos trazia boas lembranças. O papel de bala que ganhamos das mãos do paquera. Um bilhetinho. O convite de aniversário de uma amiga. Um ingresso de cinema de um filme que foi bom demais. Muitos clips marcando páginas importantes. Fotos. De momentos maravilhosos…
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

19 mar 2015

Eu não dou conta de tudo!

por
Gabi Miranda

Comportamento, Maternidade

Há semanas recebi e-mail de uma leitora super querida com a seguinte pergunta:

Como você se organiza para trabalhar fora, cuidar do Ben, da casa e ainda escrever o blog?

Fico feliz com os e-mails que recebo das leitoras e sempre me geram boas reflexões e ideias para posts. Esse não foi diferente. Eu nunca tinha pensado em como me organizo. E pra falar a verdade acho que não faço isso. Tento manter uma ordem, mas não tenho um cronograma, não tenho um plano de organização e depois dessa reflexão comecei a achar até que devia ter. A verdade é que eu não dou conta de tudo.

Eu passo a maior parte do tempo do meu dia trabalhando fora. Saímos às 06:40 de casa e acordo sempre no último minuto do segundo tempo, quando deveria acordar mais cedo, fazer as coisas com mais calma, tomar um café da manhã. Meu trabalho é uma loucura. Vivemos correndo dentro e fora da empresa.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

29 set 2014

Vida Organizada

por
Gabi Miranda

Livros, Organização, Terapia do lar

Há alguns anos acompanho o blog Vida Organizada, da Thais Godinho. Mas só com a maternidade comecei a colocar algumas ideias dela em prática. Não sou nenhuma obcecada, mas admito que esse ano adquiri certa mania de limpeza. Organização. Arrumação da casa. Imagino que seja o modo que encontrei de fugir do inevitável, uma forma de sentir que tenho controle de pelo menos alguma coisa na vida, um jeito de amenizar a minha ansiedade.

Tem o lado negativo e o positivo nisso. O primeiro é que acabo parecendo meio louca colocando tudo no lugar quando estou em casa, ficando nervosa quando vejo o chão sujo e querendo controlar tudo. Isso acaba prejudicando a minha paz interior e a relação familiar, principalmente, quando se tem uma criança em casa – aí é preciso ser tolerante com os brinquedos espalhados pela casa. O lado positivo é que a casa, de certa forma, vive limpa e funcional. No entanto, precisa encontrar um equilíbrio para viver em harmonia.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!