11 nov 2013

Termos franceses relacionado à educação dos filhos

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Autonomie (oh-to-no-mí) – autonomia. A mistura de independência e autossuficiência que os pais franceses encorajam nos filhos desde cedo.

Bêtise (bê-tís) – um pequeno ato de desobediência. Rotular uma transgressão como mera bêtise ajuda os pais a reagirem com moderação a ela.

cadre (cá-dre) – moldura ou estrutura. Uma imagem visual que descreve o ideal francês de criação: estabelecer limites firmes para as crianças, mas dando a elas grande liberdade dentro desses limites.

Cumplicité (com-pli-ci-tê) – cumplicidade. O entendimento mútuo que os pais e cuidadores franceses tentam desenvolver com as crianças, desde o nascimento. Cumplicité implica que mesmo os bebês pequenos são seres racionais, com quem os adultos podem ter relacionamentos recíprocos e respeitosos.

Doucement (du-ce-mã) – gentilmente, cuidadosamente. Uma das palavras que os pais e cuidadores dizem com frequência para crianças pequenas. Ela traz a ideia de que as crianças são capazes de comportamento cuidadoso e atencioso.

Enfant roi (an-fá-ruá) – filho rei. Uma criança excessivamente exigente que costuma ser o centro das atenções dos pais e que não sabe lidar com frustrações.

Équilibre (e-qui-li-bre) – equilíbrio. Não deixar que nenhuma parte da vida, inclusive o fato de ser pai ou mãe, sufoque as outras partes.

Les gros yeux (le-grôz-iê) – “os grandes olhos”. O olhar de reprovação que os adultos franceses dão para as crianças, para sinalizar que parem de fazer uma bêtise.

Maman-taxi (má-mã ta-xi) – mamãe táxi. Uma mulher que passa boa parte do tempo livre levando os filhos para as atividades extracurriculares. Isso não é équilibrée.

N’importe quoi (nam-por-te-cuá) – qualquer coisa; aquilo que você quiser. Uma criança que faz n’importe quoi age sem limites e sem se importar com os outros.

Profiter (prô-fi-tê) – apreciar o momento e tirar vantagem dele.

Sage (ságe) – sábio e calmo. Isso descreve uma criança que tem controle sobre si mesma e esta absorta em uma atividade. Em vez de dizer “seja bom”, os pais franceses dizem “seja sage“.

*

Recentemente terminei de ler o livro “Crianças Francesas não fazem manha” . O livro traz logo no início um “Glossário de termos franceses relacionados à educação dos filhos“. Achei bem interessante e válido compartilhar aqui já que nos próximos dias comentarei sobre o livro. Muitos desses significados já expressam o modo de educar dos pais franceses e já nos dá uma ideia de como eles pensam e agem em determinados momentos. Vamos fazer um exercício:

Você daria água para o seu filho de dois anos e meio beber num copo de vidro?! Sim ou não?! Por quê?

Eu não. E esse foi motivo de uma pequena discussão entre marido e eu dia desses, após Benjamin deixar cair e obviamente quebrar o copo perto dele. De certa forma, seguindo aí o glossário do livro, eu não dou autonomia para meu filho. É claro que existem outras formas de dar autonomia a uma criança, mas sei lá, fiquei refletindo se não me excedi.

Entre todos esses significados, acho possível encontrar uns três e fazer uma comparação de como são nossas ações com relação a educação dos nossos filhos. É para refletir. Sem julgamentos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

compartilhe!

0

comente!

0 resposta para “Termos franceses relacionado à educação dos filhos”

  1. […] Leia também os Termos franceses relacionados à educação dos filhos. […]

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.