31 ago 2015

Vida materna: por que não registramos o caos em vez de buscar a cena perfeita?

O que mais vemos na TV, revistas e redes sociais maternas são cenas de fotos posadas, com filhos arrumadinhos e de fundo a casa sempre em ordem. Ou pelo menos esse é o sonho de toda família. E porque não registramos o caos da vida materna em vez de buscar a cena perfeita? A fotógrafa americana Danielle Guenther está ganhando espaço com seu novo trabalho, a série Best Case Scenario, algo como “O melhor cenário”, no qual ela busca o oposto do que costumamos ver nas redes sociais: famílias e ambientes perfeitos. Ao invés disso, ela busca registrar cenas reais da vida materna, como crianças bagunçadas, casa com móveis fora do lugar e os pais desesperados tentando conter o pandemônio. Segundo a fotógrafa, o que a atrai no trabalho com as crianças, é justamente o lado bagunçado da rotina que raramente é exposto. O resultado é bárbaro e consegue revelar um pouco desse prazeroso caos que é a vida de mães e pais.

vida materna

vida materna

vida materna

Danielle 1

Danielle 2

Danielle 5

Danielle 6

Danielle 8

Cada foto tem uma história de vida materna, como a da mãe passando mal de gripe no banheiro, acompanhada de seus filhos. No dia desse ensaio, a mãe estava pelando de febre. Representa então aqueles resfriados que quando tem que pegar, as crianças pegam primeiro, depois o pai e quando é a mãe que pega tudo vira um transtorno, afinal é ela quem coloca ordem no meio da balbúrdia.

Abaixo, não é ensaio! É o registro da minha babel, da minha vida materna como ela é. Na noite anterior a foto, Stella teve um surto de choro que durou 5 horas interruptas. Foi assustador e enlouquecedor. Ela chorou aparentemente sem motivo – pelo menos não descobrimos, mas não tinha indícios de cólica, dor de ouvido, fome, fralda, nada…e fizemos de tudo para tentar acalmá-la. Na manhã seguinte eu estava nocauteada.

vida materna

Conheça mais o trabalho da fotógrafa, que atualmente lidera vários ensaios dessa doce bagunça que é vida de mães, pais  filhos.

compartilhe!

0

comente!

0 resposta para “Vida materna: por que não registramos o caos em vez de buscar a cena perfeita?”

  1. […] Leia também: vida materna, por que não registramos o caos em vez de buscar a cena perfeita […]

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.